Amostragem estratificada

O objectivo da amostragem estratificada é conseguir, com amostras de pequena dimensão tão representativas da distribuição quanto possível. Deste modo é possível obter reduzir o número de simulações para uma dada precisão dos resultados, ou visto de outro modo aumentar a precisão dos resultados para um dado número de simulações.

No caso de uma variável aleatória contínua definida num intervalo real, por exemplo [0, 10], decompõe-se este intervalo num certo número de subintervalos disjuntos e cuja união seja o domínio da variável, por exemplo [0, 4[, [4, 8[ e [8, 10]. Estes subintervalos são designados por estratos. Em vez de gerar n números aleatórios (de acordo com a distribuição da variável) sobre o intervalo [0, 10] gerar-se-iam n1,n2 e n3 números aleatórios para cada um dos subintervalos. Os números n1 n2 e n3 devem ser aproximadamente iguais ao produto da variância dentro desses intervalos pela probabilidade de cada um deles.

Para uma explicação detalhada consultar a secção 21.3, e em particular as páginas 922 e 923 do livro recomendado.